04 de Abril de 2013

          Comissão de Melhoramentos de Povorais

 



No passado dia 17 do mês de Março de 2013, realizou-se a Assembleia Geral Ordinária da Comissão de Melhoramentos de Povorais, na Casa do Concelho de Góis, pelas 15H30 horas, presidida pelo Sr. Daniel Lopes de Carvalho e pela Sra. Gina Pimentel, secretariado pela Sra. Elisabete de Carvalho Pinto, onde contou com uma boa presença de associados, tendo a seguinte ordem de trabalhos:

 

1 – Análise e votação do Relatório e Contas e Parecer do Conselho Fiscal;

 

2 – Eleição dos novos corpos gerentes da C.M. P. para o biénio 2013-2015;

 

3 – Assunto de interesses para os Povorais;

 

Aberta a assembleia pelo Presidente da mesa, foi posto á discussão o 1º ponto de ordem de trabalhos, dando a palavra à Direcção e de seguida intervieram alguns associados sobre a matéria, tendo sido posto á votação que foi aprovado por unanimidade.

De seguida, foi lido o Parecer do Conselho Fiscal, que foi colocado à votação, onde foi também aprovado por unanimidade.

Do relatório consta a proposta de votos de agradecimentos às seguintes entidades e conterrâneos:

·     Câmara Municipal de Góis

     Junta de Freguesia de Góis

      A Comarca de Arganil

     O Varzeense

      O Jornal de Arganil

        Voto pesar pelos sócios e Conterrâneos falecidos.

 

Passou-se ao segundo ponto da ordem de trabalhos, “Eleição dos novos Corpos Gerentes“.

 

Foi apresentada uma única lista para o biénio 2013/2015, que, após ter sido colocada à votação,

foi aprovada por maioria.

 

 

 Lista dos Corpos Gerentes eleitos:

 

 

Assembleia-geral

 

Presidente – Fernando Carlos Cerqueira Pinto

Vice-Presidente – Anselmo Carvalho Baeta

Secretário – Elisabete Jesus Lopes Carvalho Pinto

 


Direcção

 

Presidente – Paulo Alexandre dos Santos Henriques

Vice-Presidente – Mário Luís Domingos Barata

Tesoureiro -  Rui Manuel Henriques Alves

1º Secretário -  Marco Paulo Pereira Sousa

2º Secretário – Fernando Barata Henriques

1º Vogal – José Manuel Batista

2º Vogal – Mária de Fátima Alves Henriques

Suplente – Anselmo Miguel Figueira Baeta

 


Conselho Fiscal

 

Presidente -  José Gentil Henriques Pimentel

Secretário -  José das Neves Gonçalves

Relator -  Daniel Lopes de Carvalho


 De seguida fizeram-se algumas considerações gerais acerca da nossa  Aldeia

e por fim o Presidente da Mesa agradeceu o modo como a Assembleia tinha decorrido,

dando-a por terminada.

 

No final os novos Corpos Gerentes tomaram posse para o novo mandato.

 

publicado por Texugo às 23:24

publicado por Texugo às 16:28

13 de Novembro de 2009

         Comissão de Melhoramentos de Povorais

 

Estimados Associados  e Amigos
 
 
É com imenso gosto e estima que a Comissão de Melhoramentos dos Povorais, vem por este meio, como têm sido nosso timbre, promover nova iniciativa de confraternização entre todos os nossos amigos.
Neste sentido, informamos que no próximo dia 14 de Novembro de 2009 pelas 16 horas vamos efectuar um belo "Magusto" , na residência do nossa associada D. Lucilia Henriques Alves sita na:
Rua da Figueira Lote 87 – Casal do Bispo 1675 – 852 Famões.
 
Teremos castanha da nossa terra e não faltará a gostosa Água-pé.
 
Contamos consigo e com os vossos amigos para um belo convivo.
 
 
Sem mais de momento, subscrevemo-nos com saudações regionalistas,
 
     
                                       A Direcção 
 
                                        Rui Alves



 

 

 

publicado por Texugo às 20:10

25 de Maio de 2009

Cancelamento dos XXXIV Jogos de Verão a realizar nas Aigras, Comareira e Cerejeira

 
A Comissão de Melhoramentos dos Povorais e o Grupo Cultural e Recreativo dos Povorais informam os seus conterrâneos, sócios e amigos que foram informados pela Associação de Melhoramentos das Aigras, que a mesma não vai participar e organizar os XXXIV Jogos de Verão e os Jogos de Inverno.
A Comissão de Melhoramentos dos Povorais e o Grupo Cultural e Recreativo dos Povorais não podem deixar de lamentar tal atitude, uma vez que se trata dos XXXIV Jogos de Verão, iniciativa que nunca tinha sido interrompida ou cancelada.
Estes Jogos de Verão são um incentivo ao Regionalismo, à confraternização e a união entre as aldeias, e considerados como uma das melhores iniciativas levadas a cabo pelas aldeias participantes e que por diversas vezes foram elogiados pela Câmara Municipal de Góis e outras entidades.
Lamentando também a forma como a Comissão e o Grupo foram informados do cancelamento dos Jogos de Verão, com total desrespeito pelos regulamentos e pelas diversas povoações participantes, uma vez que a mesma foi feita por carta e com a agravante de ter sido efectivada a 18 de Maio passado, é deixado em aberto se alguma das povoações pretende assumir a realização dos Jogos, que para o efeito deve ser convocada uma reunião de delegados.
A Comissão de Melhoramentos dos Povorais e o Grupo Cultural e Recreativo dos Povorais lamentam ser os portadores de tal informação, mas até à data não foi verificado qualquer notícia na imprensa regional sobre o assunto.
in A Comarca de Arganil, de 27/05/2009
publicado por Texugo às 21:57

24 de Abril de 2009

   Faleceu ontem dia 23 de Abril com a  idade de 94 anos o Srº António dos Santos, casado com Alice Antunes dos Santos oriunda dos Povorais, residente em Vilarinho -Lousã.

   Era uma pessoa afável de bom trato e que visitava com alguma regularidade a nossa Aldeia, ultimamente encontrava-se hospitalizado.

   À família enlutada os meus sinceros pêsames.

publicado por Texugo às 08:05

16 de Abril de 2009
80º

Aniversário

do Regionalismo Goiense



Festa da Freguesia de Góis

- 23 de Maio de 2009 -



Na Casa do Concelho de Góis

Rua de Santa Marta, n.º 47, r/c Dto

1150 – 293 LISBOA Tel: 213 545 051


Para mais informações:

Rua 5 de Outubro, 2 3330-341 GÓIS

Tel./Fax: 235 778 987 E-mail:
jfgois@sapo.pt
Visite-nos em:
http://www.freguesiadegois.pt

 
publicado por Texugo às 09:16

15 de Abril de 2009

Apresentação da Carta Gastronómica das Aldeias de Xisto - Sabores da Aldeia para ler e saborear

 
Foi apresentado o livro "Sabores da Aldeia - Carta Gastronómica das Aldeias do Xisto", durante um jantar de degustação, no Hotel da Montanha, em Pedrógão Pequeno (Sertã). O evento contou com a presença de personalidades dos sectores da gastronomia e da restauração, órgãos de comunicação social e de algumas pessoas que forneceram as receitas que compõem esta obra. Um jantar memorável.
A AHRESP - Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal, a Associação de Cozinheiros Profissionais de Portugal, a Associação Portuguesa de Nutricionismo, e diversos órgãos de comunicação social nacional e local foram algumas das entidades que partilharam a mesa com as três senhoras daquela aldeia que forneceram. receitas para a elaboração desta obra: Maria do Carmo Antunes Rei, Celeste Antunes Rei e Ilda Jesus Santos.
A ementa deste jantar, foi baseada em receitas que podem ser encontradas no livro e soberbamente confeccionadas pela chefe Maria da Assunção Ribeiro Louro, do Hotel da Montanha.
Todas as 153 receitas representadas no livro foram cedidas de viva voz pelas pessoas que lá vivem. O que se comia, quando se comia e porque se comia, foi explicado foi explicado na primeira pessoa. Sem grandes preocupações quanto à forma ou ao estilo da oralidade, ou mesmo na explicitação minuciosa da confecção dos pratos, como costuma ser apanágio dos livros de receitas.
O importante foi privilegiar esse reavivar da memória, essa autenticidade de quem teve de se valer do que a terra dá e transformá-lo na subsistência que hoje chega até nós como
gastronomia de elevada qualidade.
Desde o primeiro momento do projecto da Rede das Aldeias do Xisto, que a gastronomia foi identificada como uma das principais riquezas do território. Daí até à elaboração de uma Carta Gastronómica a evolução foi natural.
A autenticidade e diversidade dos sabores, a qualidade dos produtos da terra, as tradições ainda vivas ligadas à agricultura de subsistência e ao ciclo da vida comunitária vertido na confecção do receituário, tem aqui uma proposta de sistematização formal e de contextualização histórico-cultural.
As Aldeias do Xisto são constituídas por 24 aldeias distribuídas por 14 Municípios do Pinhal Interior, na Região Centro de Portugal num território de enorme beleza e que oferece infinitas possibilidades de lazer.
Ao longo dos últimos anos, os 24 núcleos foram alvo de um programa de requalificação que permitiu às aldeias adquirir potencial humano de desenvolvimento, transformando-se em pólos de atracção turística dinâmicos que permitem a criação de uma nova base económica que passa, nomeadamente, pela recuperação das tradições, pela valorização do património arquitectónico construído, pela dinamização das artes e ofícios tradicionais e pela defesa e preservação da paisagem em que se enquadram. Este importante trabalho nunca perdeu de vista aquilo que era o seu principal objectivo: melhorar a qualidade de vida das populações das aldeias, elevando os seus níveis de auto-estima, qualificando o seu tecido social e agregando-as num processo participativo de desenvolvimento que é, antes de mais, seu.
 
 
in A Comarca de Arganil, de 15/04/2009
publicado por Texugo às 20:08

14 de Abril de 2009

Integrado numa formação contínua, no passado dia 4 de Abril de 2009,

foi realizado um Workshop de Iniciação à Fotografia no Concelho de Góis.


Caminhámos desde a aldeia da Pena até à aldeia dos Povorais, rasgando os trilhos selvagens dos Penedos de Góis. Novas espécies foram fotografadas e interagimos com a população desta aldeia, a quem agradecemos a hospitalidade. Bons clicks, malta!

 

 

 

 

 

 

 

publicado por Texugo às 08:55

06 de Abril de 2009
É com enorme tristeza, que verifico a ausência de representantes da nossa Comissão de Melhoramentos nas actividades e nas Assembleias-gerais da nossa Casa do Concelho de Góis.
A Casa do Concelho de Góis é a nossa sede, e como tal devemos visitá-la regularmente, mais não seja para evitar um acumular de correspondência no nosso cacifo, o que demonstra uma falta de interesse e desleixo da Comissão e da nossa Aldeia.
Envio um apelo aos dirigentes da nossa Comissão de Melhoramentos para que sejam mais interventivos e presentes quer nas actividades do nosso Concelho quer nas actividades da nossa Casa do Concelho de Góis.

 

publicado por Texugo às 17:00

04 de Abril de 2009

Casa do Concelho de Góis aprovou em assembleia geral o relatório e contas da direcção

 
Fotografia de JrC


No passado sábado, 21, à tarde realizou-se na sede da Casa do Concelho de Góis a sua assembleia geral para aprovação do relatório e contas, bem assim o parecer do conselho fiscal.
Presidiu o dr. Carlos Alberto da Silva Pereira, secretariado pelos dr. Luís Martins e Américo Simões.
Após algumas palavras de saudação do presidente da mesa, o presidente da direcção, José Dias Santos, apresentou o seu relatório e as contas, em que se resumia o que foi a actividade da Casa durante o ano.
Sublinhava-se no relatório que o Conselho Regional reuniu com bastante frequência e deu significativa colaboração à comemoração do 80.º aniversário do Regionalismo goiense. As festas das Freguesias designadamente de Vila Nova do Ceira e Alvares, que se realizaram em 2008 foram um êxito, e que o associado José Carlos Fernandes representou a Casa na IX Meia Maratona do Porto Santo, de que foi o grande vencedor, entregando à Casa a respectiva medalha.
Dizia-se ainda que foi solicitado à Câmara Municipal de Góis que fosse atribuída a título póstumo a Medalha de Mérito do Concelho a José de Matos Cruz, o que se veio a verificar, mas sem qualquer resposta ou referência à sua petição.
Propunham-se votos de louvor ao atleta associado José Carlos Fernandes, e de pesar a Francisco Martins das Neves, José Matos Cruz e Graciano Marques, três elementos de grande importância na Casa desaparecidos recentemente.
Quanto às contas, verificou-se que o saldo que transitou para nova gerência, de 28.324,37 euros, foi levemente superior ao que havia sido recebido no início da gerência, mas que esse resultado só foi possível graças ao rendimento das rendas recebidas da ADIBER, do edifício do antigo Colégio, pois o rendimento das quotas (pouco mais de 200 associados), não daria para as despesas gerais de funcionamento.
O parecer do conselho fiscal realçava o interesse e acolhimento que teve a comemoração dos 80 anos do Regionalismo goiense, assinalando com tristeza os falecimentos já citados dos três saudosos companheiros que tanto de si deram àquela Casa.
Agradecia-se a Manuel Barata Diniz, que mais uma vez se tenha encarregado dos trabalhos contabilísticos da Casa e propunha-se: a aprovação do relatório e contas da direcção; voto de louvor e agradecimento à direcção pelo trabalho e dedicação demonstrados; voto de agradecimento ao Conselho Regional pelo brilhante trabalho que tem sido levado a efeito nas comemorações dos 80 anos do Regionalismo goiense; e voto de sentido pesar pelo falecimento de Francisco Martins das Neves, José de Matos Cruz e Graciano Marques.
Postos à apreciação dos associados presentes, todos os documentos apresentados, bem como os votos propostos, foram aprovados por unanimidade.
Na segunda parte da ordem de trabalhos, «apresentação de qualquer outro assunto de carácter associativo e regionalista», intervieram diversos dos presentes, designadamente dr. Carlos Poiares, dr. Luís Martins, Avelino Martins, Américo Simões, António Lopes Machado, dr. Bandeira Bento, Américo de Jesus Brás, Bertilde Costa e eng.º Antunes, que dissertaram sobre os mais diversos temas associativos e regionalistas, em que se abordaram assuntos de grande pertinência.
Sobre a quotização dos associados, verifica-se que 6 euros por ano, estão completamente desactualizados e mesmo assim, com falta de cobrador para importâncias tão irrisórias, ainda é difícil fazer tal cobrança, fazendo-se um apelo aos sócios nesse sentido. Sobre os votos de pesar aprovados, nele se incluiu o eng.º Rui Cortês, antigo presidente daquela Casa falecido já este ano.
Sobre a atitude da Câmara de Góis para com a direcção da Casa, quando da comemoração do feriado municipal de Góis, lamentou-se o facto, mas entendeu-se que não deve ter havido qualquer má intenção do respectivo presidente que não tem passado bem de saúde, sendo unanimente aprovado um voto pelas suas melhoras, havendo ainda a considerar que, embora ali não estivessem nessas qualidade, os presidentes da assembleia geral, os presidentes da assembleia geral, dr. Carlos Poiares, e António Lopes Machado, presidente do conselho fiscal, foram convidados e fizeram intervenções sobre Regionalismo durante as comemorações do feriado municipal em Góis.
Fez-se ainda um apelo aos jovens para que se interessem pelos temas associativos e regionalistas, embora compreendendo-se que os tempos mudaram muito e que as razões que levaram à criação do nosso Movimento Regionalista são hoje muito diferentes e o Regionalismo tem que ser encarado segundo caminhos diferentes, designadamente no aspecto cultural, em que haveria muito a fazer.
Aquela Casa pode continuar a ser um centro de encontro dos goienses em Lisboa, podendo prestar assinaláveis serviços aos interessados do concelho. Interessa por isso que os goienses continuem a frequentá-la e a fazerem-se seus associados.
Foi por fim aprovado que em dias da assembleia geral, não deve haver qualquer reunião de outras colectividades, pois a Casa deve estar acima de tudo que se refere ao Regionalismo goiense.
António Lopes Machado
in A Comarca de Arganil, de 1/04/2009
 
Nota:

 

Foi com enorme tristeza, que verifiquei a ausência da nossa Comissão de Melhoramentos representada na Assembleia,  tal como em outras actividades já realizadas na Casa do Concelho de Góis, envio um apelo à Comissão de Melhoramentos de Povorais para que seja mais interventiva e presente nas actividades do nosso Concelho e da nossa Casa do Concelho de Góis.
A Casa do Concelho de Góis é a nossa sede, como tal devemos visitá-la regularmente a fim de evitar um acumular de correspondência, o que demonstra uma falta de interesse e  desleixo. 
publicado por Texugo às 01:18

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30